terça-feira, 29 de setembro de 2015

Ajudar nas tarefas de casa ou fazer sua parte?

Mãe ou pai que fica em casa para cuidar dos filhos (como eu), consequentemente cuida da casa. E... dos brinquedos, da comida, da roupa e não tem fim as tarefas de um lar. Eu entendo que em uma família, ou qualquer outro grupo, a cooperação é o que harmoniza o ambiente. Procuro explicar para as meninas que a higiene e arrumação do lar são tarefas para todos. A mamãe faz a comida e a louça fica para as crianças: uma delas lava, a outra enxuga e guarda. Quando chegam da escola, vão ao quarto para tirar o uniforme e cada uma arruma sua cama e guarda ou coloca para lavar o uniforme. Isso começou esse ano, desde que voltaram às aulas. Quero que elas entendam que não existe tarefa que só uma pessoa tem que realizar, e procuro mostrar que muitas obrigações do dia a dia são para o bem estar de todos e devem ser feitas com carinho. Eu nunca peço "ajuda" para fazer algo, entendo que ajuda seria se a realização de algo depende de uma pessoa só, eu sempre digo que é hora de fazer algo, e pergunto quem vai fazer. Como tirar o pó, colocar a mesa, dobrar as roupas, tirar o lixo ou separar a roupa suja. É claro que ninguém quer parar de brincar para fazer uma tarefa, mas na conversa acabamos por fazer juntas. Vem sempre uma peça de roupa colorida no meio das brancas, um bibelô que não foi movido para limpar debaixo, um prato com resíduo de sabão, um talher que falta na mesa entre tantas coisas, por isso é necessário paciência e sempre orientar e elogiar para que seja divertido e prazeroso cuidar da nossa casa. Nada disso é fácil! Criar hábitos e responsabilidade exige dedicação. Considero que é gratificante ter filhas independentes, e percebo que elas se sentem mais seguras quando se sentem úteis.


sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Cuidando da natureza.

    Mãe, tem semente, podemos plantar???

    Adoro essa pergunta! Hoje plantamos sementes de limão. Já temos tomates, manjericão, hortelã, citronela e algumas violetas, que elas adoram regar e dizer CRESÇA! É muito importante que as crianças tenham contato direto com a natureza, que saibam plantar, adubar a terra e esperar pelo momento de colher. Optar por alimentos frescos em tempos modernos parece impossível quando nos habituamos a "colher" tudo no mercado. Existem oficinas de plantio, eventos que distribuem mudas para plantar pela cidade e também a possibilidade de plantar pequenas mudas ou sementes que fiquem na cozinha em um pequeno vaso. Tudo é válido para que a criança desenvolva respeito pela natureza e pelo tempo de desenvolvimento de cada ser vivo, seja planta, bicho ou pessoa. Assim elas compreendem também que é gostoso cultivar sem pesticidas e aprendem a valorizar alimentos frescos e livres de poluentes.


terça-feira, 15 de setembro de 2015

Adoramos vestido.

     
     Adoramos escolher nossas roupas, pode ser para brincar na rua, ir ao parque, passear no shopping, andar de bicicleta ou ficar em casa. Escolher um vestido é muito divertido. Nessa fase em que as duas querem escolher o que vestir entra um monte de detalhes: um vestido que seja curto e não enrosque na roda da bicicleta, um vestido que seja longo porque está frio, um vestido de alça porque está calor, um vestido velho para sentar na rua e se sujar a vontade e não aquele novinho de lantejoulas ... E sempre um shortinho por baixo, para poder brincar, pular e sentar à vontade. Muitas vezes a escolha de uma simples peça de roupa vira brincadeira, aí o armário vira loja, a cama vira carro, a irmã vira vendedora, a mãe a moça da entrega.  O importante é que elas sejam independentes, façam escolhas de peças que se sintam confortáveis e à vontade para brincar de coisas de crianças. E fazer muuuuuita bagunça, que é isso que é gostoso!


quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Korres, porque adoramos novidades.

          Fui no evento de lançamento dos produtos Korres aqui no Brasil (a pronúncia é: corês).  Produto europeu fabricado na Grécia, em farmácia homeopática. Tudo muito cheiroso com conceitos que prezo: produtos orgânicos, não testado em animais, incentivo à agricultura familiar e embalagens recicláveis. Aqui em casa já usamos o sabonete líquido cítrico e hidratante corporal manjericão limão. A Nicole já toma banho sozinha e escolhe o que usar. Não abriu mão do sabonete líquido cítrico nem para usar o infantil. A espuma é cremosa e o cheiro suave. O hidratante preferido aqui foi o de manjericao-limão. Textura leve, rápida absorção, cheiro agradável.